Quinta, 20 de Setembro de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 10.30

  

Provérbios 10.30

Os justos jamais serão desarraigados, mas os ímpios pouco duram na terra” (Pv 10.30 NVI).

Há regiões no planeta que constantemente são acossadas por furações e tornados, como ocorre no Sudeste asiático, nas ilhas da América central e em muitos estados norte-americanos. Quando isso ocorre, além da imensa destruição de casas e da infraestrutura das cidades, a flora é atingida como por um martelo. Entretanto, um pesquisador notou que, dentre as poucas árvores que resistem a essas catástrofes naturais, está a “pimenta do Caribe”, que, segundo ele, foi a única árvore a aguentar os fortes ventos em diversas ocasiões, enquanto as outras eram “desarraigadas”, ou seja, arrancadas pela raiz.

Nesse texto, Salomão se vale dessa linguagem para fazer referência ao modo de Deus tratar justos e injustos diante das suas promessas. É preciso, para entender o sentido correto desse provérbio, notar o que significa “durar na terra” para os leitores originais. Os judeus tinham a promessa de Deus, caso o obedecessem, de serem prósperos na “terra prometida” a seus pais (Dt 28.11). Mas também foram alertados, caso fossem rebeldes, de que seriam deportados para terras distantes (Dt 28.64). Por isso, o assunto de que esse texto trata não é durabilidade da vida dos justos e dos injustos, mas que tipo de tratamento receberão de Deus de acordo com seus procedimentos: bênçãos ou castigos.

Assim, o Senhor tem prazer em abençoar seus servos que zelam pela obediência e pela busca da glória do nome do seu Deus. Por outro lado, apesar de o Senhor ser paciente, ele reserva punições para aqueles que o rejeitam e que agem de modo contrário a tudo que ele ensinou. A questão a ser levada em conta é: “Independente do que quero no presente, o que eu realmente quero no futuro?”. Segundo dizem as Escrituras, o futuro de cada homem não é definido por quanto ele aproveitou a vida, quanto dinheiro teve ou que conquistas obteve. O que realmente conta é se ele é ou não é um verdadeiro servo de Deus por meio da fé em Jesus Cristo. Para quem crê de fato em Jesus como salvador, não importa que furações passem... ele nunca será desarraigado.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.