Terça, 17 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 11.9

    

Provérbios 11.9

Com a boca o ímpio pretende destruir o próximo, mas pelo seu conhecimento o justo se livra” (Pv 11.9 NVI). 

Uma das táticas militares preferidas por exércitos ou bandos mais fracos que seus inimigos é a guerrilha. Não se trata de um confronto aberto, mas de táticas que incluem emboscadas e ataques rápidos seguidos de fugas que evitem a retaliação. A dificuldade de lutar contra guerrilhas é que, na maioria das vezes, não é possível notar o inimigo espreitando e se preparando para seus ataques surpresa. E assim, de ataque em ataque, os guerrilheiros vão minando as forças de seu adversário.

Essa é uma tática utilizada pelo ímpio. Independente dos méritos da guerrilha em um confronto armado, a guerrilha utilizada pelos ímpios é totalmente destituída de honra e mérito, apesar de causar danos consideráveis. Em lugar de atacar seus adversários com armas de trás de arbustos, eles se valem de sua “boca”. A julgar pela segunda parte do versículo, a boca dos maus é utilizada às ocultas, assim como os ataques de guerrilheiros. Trata-se de ataques contra os justos que são feitos sem que esse veja, a fim de que não possa se defender. Normalmente, essas “críticas” e “fofocas” são tecidas com aparência de piedade a fim de “destruir” a imagem e a paz daqueles que não podem se defender.

Contudo, Salomão explica que há uma escapatória para o justo: “Seu conhecimento”. Fica difícil concluir se ele se refere ao conhecimento específico da situação ou um conhecimento geral que faça com que ele, apesar de não saber os detalhes dos ataques que sofre, perceba como funcionam as coisas de modo a se precaver de comentários maldosos. De qualquer modo, o simples fato de ser citado como “justo” implica a ação protetora de Deus, pelo que se pode esperar que o Senhor, em sua soberania, lhe traga ao conhecimento os fatos necessários para que se defenda dos ímpios. Assim, naquilo que vê o justo deve ser diligente, correto e cauteloso. Naquilo que não vê, deve ser precavido, mas também muito dependente de Deus.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.