Quinta, 19 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 11.16

     

Provérbios 11.16

“A mulher bondosa conquista o respeito, mas os homens cruéis só conquistam riquezas” (Pv 11.16 NVI). 

O Festival Internacional da Canção de 1968 teve como segunda colocada a música Prá não dizer que não falei das flores, de Geraldo Vandré. Além de um chamado popular à resistência contra a ditadura da época, a canção continha, segundo alguns literatos, uma sutil crítica àqueles que buscavam os meios pacíficos e diplomáticos para solucionar as dificuldades atravessadas por aquela geração. Essa crítica cita o que o cantor julgava ser uma esperança vã por parte dos militantes do amor e da compreensão: “Ainda fazem da flor seu mais forte refrão; e acreditam nas flores vencendo o canhão”.

Se isso não resolveu o problema da ditadura militar, Salomão vê valores como amor e bondade agindo de forma efetiva para a “conquista” de bens que a força não pode dominar. Sobre a força, o texto diz que os homens que a utilizam conseguem um lucro limitado: “Riquezas”. Alguns tradutores e comentaristas, ao compreender a mensagem desse provérbio, costumam introduzir o advérbio “apenas”, querendo dizer que a força dos homens cruéis só pode lhes garantir certos lucros e o medo das pessoas, mas nunca a admiração e o respeito genuíno. Tais homens têm poder, mas são desprezados pelas pessoas ao redor, ainda que elas não digam isso abertamente por medo das consequências.

Por outro lado, o sábio rei ensina que “a mulher bondosa conquista o respeito”. Em primeiro lugar, ele usa o mesmo verbo “conquistar” que utilizou para fazer do feito dos homens cruéis, apontando para o fato de que obter respeito diante das pessoas é tão difícil e valioso quanto conquistar um tesouro. O que mais surpreende é que a figura da conquista e da vitória é descrita como fruto da ação feminina. Não que somente as mulheres possam ser respeitadas, mas que, levando em consideração a posição social secundária da mulher naqueles dias, a ideia é que até as mulheres, que eram consideradas fracas e com menos valor que os homens, podiam alcançar o respeito que os “valentões” não podem inspirar em ninguém. O segredo estava na bondade. Por isso, até hoje há dois caminhos para se obter sucesso: a força e um tratamento amoroso e generoso. Dos dois, só um eleva o homem a uma posição de verdadeiro respeito diante das pessoas. Adivinhe qual!

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.