Quinta, 19 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 12.9

        

Provérbios 12.9

Melhor é não ser ninguém e, ainda assim, ter quem o sirva, do que fingir ser alguém e não ter comida” (Pv 12.9 NVI). 

“Não julgue o livro pela capa”. Quem inventou esse dito tão sábio certamente não estava preocupado apenas com livros, mas com a aparência geral das coisas — e, principalmente, das pessoas —, sabendo que o que se vê nem sempre corresponde à realidade. Salomão, em toda a sua sabedoria, não podia ficar atrás. Ele ensina o mesmo, mas de uma maneira ainda mais contundente.

Na esteira do provérbio anterior, Salomão mostra que uma das maneiras de se buscar a admiração alheia é por meio da aparência ou da imagem que se transmite aos outros. Por isso, muita gente tem o hábito de “fingir” ser o que não é ou ter um padrão de vida que de fato não possui. Normalmente, pessoas assim assumem dívidas que complicam suas vidas para parecer aos outros que têm muitas posses. É possível que os observadores acreditem na imagem e que considerem a pessoa de outro modo, mas nada muda o fato de que, por causa disso, ela volta para casa na mesma condição ou até pior, caracterizando uma tolice incomparável e perniciosa ao seu próprio bem-estar e de seus familiares.

Por isso, o ensino do rei sábio, olhando para essa tola atitude, propõe uma bem “melhor”. Comparando com a falsa aparência do tolo, ele diz ser melhor não ser ninguém, ou seja, ter a mesma condição social do “fingido”, mas “ter quem o sirva”. Essa expressão é duvidosa, pois não parece condizer com a condição social descrita como ser ninguém. Alguém assim dificilmente poderia manter empregados. Mas uma tradução possível e provável do texto, corroborada por versões antigas, é que tal pessoal, apesar de ser de baixo nível social, “serve a si mesmo”, ou seja, trabalha para si. Com isso, também tem condições de levantar seu sustento, ainda que com um trabalho que não a torne alvo da inveja dos observadores. Isso é bem melhor que parecer ser alguém, mas “não ter comida”. Por não saber essa verdade básica e não colocar os valores pessoais diante de Deus para serem rearranjados por sua sabedoria e santidade, muita gente sofre o que não precisa e causa sofrimento nas pessoas que ama. Para quê? Para nada! Mesmo que a bela aparência transmitida aos outros convença, há outro dito popular que nos lembra que “beleza não põe a mesa”.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.