Segunda, 19 de Novembro de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 13.21,22

    

Provérbios 13.21,22

“O infortúnio persegue o pecador, mas a prosperidade é a recompensa do justo. O homem bom deixa herança para os filhos de seus filhos, mas a riqueza do pecador é armazenada para os justos” (Pv 13.21,22 NVI). 

Tenho um antigo relógio de parede que pertenceu ao meu bisavô e foi passado para meus avós maternos. Cresci ouvindo suas badaladas. Hoje, depois de muito tempo, ele enfeita minha sala até que um dia pertença à minha filha. Para nós, esse relógio é uma querida relíquia de família. Algumas heranças passam de pai para filho por longas gerações.

Bens desse tipo não são as únicas coisas que os homens deixam aos seus descendentes. Salomão diz que coisas mais abrangentes e importantes também são transmitidas às gerações seguintes. Segundo ele, o “pecador” ajunta para si, durante sua vida de rebeldia e devassidão, o “infortúnio”. Pela sua falta de sabedoria e escravidão aos seus próprios desejos e pecados, ele acaba dissipando seus bens em tolices e eles acabam sendo transmitidos “para os justos”. Aos seus descendentes, muitas vezes, a única coisa que resta da sua “riqueza” dissipada é mesmo o infortúnio.

Quanto ao “justo”, sua “recompensa” pela sensatez, esforço, dedicação e sujeição ao Senhor é a prosperidade — se nem sempre financeira, certamente uma prosperidade espiritual. Aquilo que ele luta para juntar não é desperdiçado com sonhos loucos ou com desejos desmedidos. Por isso, ele “deixa herança para os filhos de seus filhos”, ou seja, algo que perdura e que é valorizado pelos seus. Quando essa herança é o bom exemplo do servo de Deus dedicado, a vida dos seus descendentes é marcada e influenciada por várias gerações. Assim, ninguém que sirva bem a Deus junta bênçãos somente para si, mas também para os seus. Do mesmo modo, quem ajunta problemas e maus exemplos transmite-os aos seus familiares. O que você quer deixar para seus filhos e netos?

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.