Quarta, 19 de Setembro de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 16.22

  

Provérbios 16.22

“O entendimento é fonte de vida para aqueles que o têm, mas a insensatez traz castigo aos insensatos” (Pv 16.22 NVI). 

Certa vez, um senador dos Estados Unidos, que era respeitado e admirado por seu conhecimento, sabedoria e entendimento, foi questionado: “Senador, o senhor não fez uma faculdade. Como adquiriu compreensão de assuntos nacionais e internacionais? Onde aprendeu tanto sobre tantas coisas?”. Sua resposta foi: “Eu fiz para mim uma regra, quando eu tinha dezoito anos, de que eu iria ler todos os dias durante duas horas. Nos trens, nos hotéis, nas salas de espera, eu li revistas, notícias, relatórios políticos, bons livros, poesia e a Bíblia”. Em seguida, ele acrescentou: “Experimente, jovem companheiro. Você vai ser um homem educado por si mesmo”.

É claro que o ensino formal é importante, mas qualquer busca por entendimento torna alguém mais capacitado e preparado para a vida e para seus desafios, assim como no caso desse senador. Por isso, o homem que portou o maior conhecimento dos seus dias disse que “o entendimento é fonte de vida para aqueles que o têm”. Interessante é ver como Salomão considerava o conhecimento não apenas como acúmulo de informações, mas como fonte de sabedoria com relevância prática. Segundo ele, ter entendimento possibilita ao homem se proteger dos mais diversos tipos de perigo, pelo que o chama de “fonte de vida”. Seja conhecimento para sair de enrascadas ou para evitá-las antes que aconteçam, o homem sábio sofre menos, pois está preparado para reconhecer o mal e fugir dele.

Ele não fala somente do “entendimento” nesse texto, mas também da “insensatez”, que, segundo o provérbio, “traz castigo aos insensatos”. A explicação dessa frase vem da comparação com a primeira parte do texto, de modo que o insensato ignora os riscos e, mesmo quando os vê, prossegue de modo tolo rumo a eles. Isso acontece porque ele é guiado por seus impulsos e não pela razão ou pelo temor de Deus. As consequências são óbvias. Por isso, quem quer ser sábio tem de aprender nas Escrituras o que é sensato, o que glorifica ao Senhor e quais são seus deveres. Deve também aprender o que é perigoso, o que é pecado e o que lhe trará sérias consequências. Pode ser que ele não tenha uma faculdade, mas, lendo a Bíblia diariamente, ele se tornará um doutor na vida cristã e na obediência ao seu Mestre.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.