Quarta, 18 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 17.3

  

Provérbios 17.3

“O crisol é para a prata e o forno é para o ouro, mas o Senhor prova o coração” (Pv 17.3 NVI). 

A maior pepita de ouro puro já encontrada tinha cerca de 60 cm de comprimento, 30 de largura e pesava mais ou menos 70 kg. Ela foi descoberta em 5 de fevereiro de 1869, por John Deason e Richard Oates, em uma mina perto de Moliagul, em Victoria, na Austrália. A enorme pepita, batizada de Welcome Stranger (bem-vindo, estrangeiro), era quase 99% de ouro puro. Os dois garimpeiros venderam seu achado por 9.532 libras. O alto valor não se deveu apenas ao peso da pepita, mas à sua impressionante pureza.

O processo para determinar a pureza de um metal precioso como o ouro ou a prata é o calor. Derrete-se uma parte do material e separa-se o produto puro de suas sujidades, avaliando quanta impureza há no meio do metal. Nos dias de Salomão, essa técnica era utilizada e era bem conhecida do rei, pelo que ele diz que “o crisol é para a prata e o forno é para o ouro”. O crisol é um recipiente onde fica o metal derretido, um tipo de cadinho. Seu uso era fundamental na avaliação desses metais, assim como para sua purificação e confecção de alguns produtos feitos dessas matérias-primas. De igual modo, o forno faz parte do mesmo processo, sendo o local de onde vem o calor que derrete tanto o ouro como a prata citados nesse texto.

Entretanto, o texto não faz parte do material de estudo de um curso técnico de ourives. Salomão cita esse processo de avaliação da pureza da prata e do ouro para dizer que, do mesmo modo, “o Senhor prova o coração”. Os metais preciosos entraram no provérbio para exercer uma comparação com a atividade divina de sondar o coração dos homens a fim de avaliar coisas que os olhos não podem ver. Deus conhece bem o que passa no íntimo de cada um, sabendo quem é valoroso e quem tem apenas uma aparência enganosa. Sendo assim, todos em especial, os servos de Deus devem abandonar a hipocrisia e cuidar muito bem do que pensam, do que acolhem, do que prezam e do que mantêm em seus corações. Alguém até pode enganar um experiente ourives quanto ao valor de um metal precioso, mas ninguém pode enganar a Deus a respeito do valor do seu coração.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.