Quarta, 18 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 18.8

  

Provérbios 18.8

“As palavras do caluniador são como petiscos deliciosos; descem até o íntimo do homem” (Pv 18.8 NVI). 

Há alguns anos, na cidade de Nova York, uma tempestade magnética pregou uma peça e tanto em um casal. O magnetismo fez com que uma conversa transmitida por uma linha telefônica saltasse para uma linha de rádio nas proximidades e fosse transmitida sem o conhecimento das duas pessoas que falavam de coisas bastante íntimas. A conversa, para desventura do casal, foi transmitida de costa a costa nos Estados Unidos. O interessante é que a audiência aumentou bruscamente e superou qualquer índice até então.

Isso significa que as pessoas têm um gosto muito grande por assuntos que não lhe dizem respeito. Esse gosto é descrito por Salomão do seguinte modo: “As palavras do caluniador são como petiscos deliciosos”. O caluniador, nesse contexto, é aquele que espalha fofocas, as quais não têm grande compromisso com a verdade. Normalmente, o modo como as tais “notícias” são divulgadas deixa claro o caráter maldoso que as motiva. Também é óbvio aos ouvintes que não se pode ter grande confiança na veracidade e na exatidão dos eventos narrados. Mesmo assim, as tais são recebidas por muitos ouvintes como se fossem “petiscos deliciosos”. Em vez de rejeitá-los ou de tentar esclarecer a questão, verificando as informações, o tolo os acolhe e se satisfaz com os comentários maldosos e destrutivos.

Além dessa constatação, que, infelizmente, conhecemos por experiência própria, o escritor vai mais fundo e revela a parte que não pode ser vista. Ele diz que as fofocas, além de serem saboreadas como se fossem delícias culinárias, também “descem até o íntimo do homem”. Quer dizer que os comentários maldosos não entram apenas no ouvido, mas no coração do homem, fazendo-o agir de acordo com a maldade que tão prontamente recebeu. Isso muda seu modo de agir, desde torná-lo um retransmissor ativo das fofocas e mentiras até transformá-lo em alguém que passa a tratar os outros com desprezo e agressividade, aberta ou não. Por isso, não basta evitar dizer coisas ruins a respeito de terceiros. Ouvir fofocas afeta a pessoa profundamente e pode torná-la o mesmo que o fofoqueiro ou pior. E então, você gosta de uma fofoca?

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.