Domingo, 26 de Março de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 2.11-15

  

Provérbios 2.11-15

“O bom senso o guardará, e o discernimento o protegerá. A sabedoria o livrará do caminho dos maus, dos homens de palavras perversas, que abandonam as veredas retas para andar por caminhos de trevas, têm prazer em fazer o mal e exultam com a maldade dos perversos, gente que anda por veredas tortuosas, e no caminho se extraviam” (Pv 10.11-15 NVI).

Lembro-me da primeira vez que andei em uma trilha de montanha. Foi uma caminhada de três horas e meia até o cume do monte no meio de muito mato, rochas e madeiras soltas. Para percorrer a maior parte do caminho, bastava força de vontade e preparo físico. Mas alguns trechos eram realmente perigosos para garotos novatos que nunca tinham estado ali. Por isso, havia conosco um guia experiente. Recordo que ele mostrou onde podíamos beber água e onde não podíamos. Também nos alertou sobre locais em que era provável um escorregão e caminhos que nunca devíamos escolher. No final, apesar de todos os riscos, chegamos ao topo da montanha cansados, mas completamente seguros. O guia se saiu muito bem.

Assim como aquele guia, a Sabedoria também indica o caminho seguro para que aqueles que a buscam andem entre os perigos da vida sem serem por eles abatidos. Assim, Salomão afirma que “o bom senso o guardará, e o discernimento o protegerá”. Ele tem um interesse especial em que o filho aprenda essa lição porque é isto que os pais fazem: protegem seus filhos quando estão sob seus olhos, mas também os ensinam a andar sabiamente e se proteger do mal. Só que o escritor não está preocupado primariamente com trilhas traiçoeiras e caminhos escorregadios. Sua principal preocupação era ver seu filho andar com “homens de palavras perversas”, ou seja, pessoas que não se sujeitam a Deus e que fazem tudo para se satisfazer, sem qualquer escrúpulo. Tais homens são especialmente perigosos para quem quer servir a Deus e honrá-lo com sua vida, pois eles são hábeis para falar palavras agradáveis, mas traiçoeiras, que podem afastar os servos de Deus dos caminhos do Senhor. É exatamente por isso que o escritor ensina ao filho que “a sabedoria o livrará do caminho dos maus”.

Um dos modos de um guia manter seus protegidos a salvo é falar claramente sobre os perigos do caminho. Da mesma forma, Salomão avisa seus leitores que os homens dos quais eles devem desviar seus passos são pessoas que “que abandonam as veredas retas para andar por caminhos de trevas”. Isso inclui não apenas aqueles inimigos perversos da fé cristã e da Palavra de Deus, mas também aqueles que transitam entre os crentes, dentro da igreja, sem quebrantar de fato seu coração diante do Senhor. Apesar da aparência e das palavras agradáveis — tão perigosas como trilhas traiçoeiras —, a verdade é que eles “têm prazer em fazer o mal e exultam com a maldade dos perversos”. O escritor afirma que se trata de “gente que anda por veredas tortuosas e no caminho se extraviam”, procurando outras pessoas para extraviar com elas. Portanto, deixe que as Escrituras guiem seus passos a Cristo e, a partir daí, rumo à santificação crescente. A chegada com certeza valerá a pena!

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.