Quinta, 19 de Outubro de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 3.5-8

  

Provérbios 3.5-8

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema ao Senhor e evite o mal. Isso lhe dará saúde ao corpo e vigor aos ossos” (Pv 3.5-8 NVI).

Um homem que vendia aspiradores bateu à porta de uma casa em uma localidade bastante remota. Quando a dona da casa abriu a porta, ele entrou e jogou um saco de sujeira no chão. “Agora”, vangloriou-se o vendedor, “eu quero fazer um trato com você: se este novo e maravilhoso aspirador não pegar toda essa sujeira, eu vou comer o que sobrou”. “Aqui está uma colher”, disse a dona da casa, “pois não temos qualquer eletricidade aqui”. A confiança desse vendedor em seu método falhou dessa vez por pura tolice.

Salomão conhecia bem a tendência que o homem tem de se considerar sábio e capaz, além da sua facilidade em se dar mal por ter muita autoconfiança. Ser confiante não é ruim, mas quando isso resulta em independência de Deus os resultados são péssimos, pelo que o escritor ensina o seguinte: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento”. Com isso, ele ensina que, por mais que a pessoa seja capacitada e experiente, ela ainda deve depender de Deus para tudo que for fazer. É claro que alguém pode questionar a razão de se fazer algo desse tipo, mas a resposta é dada logo na sequência: “Reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas”. Reconhecer aqui é mais que um simples assentimento intelectual, sendo o ato de entregar seus caminhos a Deus para que os dirija. Quando isso acontece, Salomão afirma que o Senhor “endireitará as suas veredas”, ou seja, trabalhará no sentido de fazer o melhor para a nossa edificação e para a sua própria glória.

Pode parecer simples à primeira vista. Mas entregar os caminhos a Deus envolve abrir mão do controle próprio para confiá-lo ao Senhor, o qual não pode ser controlado por ninguém. Para quem não aprendeu a confiar de verdade na sabedoria e no amor divino, esse é um passo muito grande. Todavia, o escritor sabe que somente Deus é sábio o bastante para fazer o que é bom, pelo que encoraja seus leitores dizendo “não seja sábio aos seus próprios olhos; tema ao Senhor e evite o mal”. Com isso, ele ensina que entregar os caminhos a Deus não significa sentar e esperar ser servido, mas seguir o caminho indicado por Deus nas Escrituras no qual a luta contra o pecado é uma constante. Essa é a parte que cabe ao homem, enquanto a parte que cabe ao Senhor é o cuidado dos seus filhos e a concessão das bênçãos que ele planejou e preparou para cada um. O resultado de entrar no caminho de Deus é que “isso lhe dará saúde ao corpo e vigor aos ossos”, o que é outra maneira de dizer que o Senhor fará o que sabe fazer de melhor em benefício dos seus. Agora, decida se quer deixar Deus guiar a sua vida até conduzi-lo ao céu ou se quer continuar comendo a sujeira do mundo.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.