Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 4.7-9

  

Provérbios 4.7-9

“O conselho da sabedoria é: procure obter sabedoria; use tudo que você possui para adquirir entendimento. Dedique alta estima à sabedoria, e ela o exaltará; abrace-a, e ela o honrará. Ela porá um belo diadema sobre a sua cabeça e lhe dará de presente uma coroa de esplendor” (Pv 4.7-9 NVI).

Os beija-flores são, provavelmente, os menores pássaros do mundo. Seu voo é extremamente ágil e veloz, sendo, algumas vezes, até difícil observá-los. Sua alimentação se dá por meio da busca de nutrientes em aproximadamente 1.500 flores por dia — uma tarefa impressionante. Durante o processo de extração do néctar das flores, o beija-flor acaba carregando o pólen de uma flor para outra, auxiliando o processo de polinização. Assim, enquanto se alimenta, ele contribui para a fecundação das flores, mantendo uma relação de simbiose.

Essa parceria entre seres vivos exemplifica parcerias de todos os níveis que se veem ao nosso redor todos os dias. Os versículos finais das palavras de Davi a Salomão expressam um tipo de parceria que todos os servos de Deus devem cultivar. Salomão relembra as palavras do seu pai que personificam a sabedoria em uma chamada muito séria, dizendo: “O conselho da sabedoria é: procure obter sabedoria”. Apesar do interessante jogo de palavras, esse trecho sofre uma ênfase na sua sequência, que diz: “Use tudo que você possui para adquirir entendimento”. Isso deixa claro o fato de que não é possível atingir a sabedoria sem esforço, já que isso inclui a jornada para conhecer a Palavra de Deus e a luta pessoal e espiritual para submeter os impulsos humanos às orientações divinas. O velho homem que ainda habita os servos do Senhor exige uma missão de tempo integral de cada um deles para que uma transformação consistente ocorra e o nome de Deus seja glorificado.

Realmente, dá trabalho! Mas será que esse esforço vale a pena? A sequência diz que sim, pois a sabedoria, que custa para ser buscada, promove uma contrapartida benéfica, pelo que o escritor instrui: “Dedique alta estima à sabedoria, e ela o exaltará; abrace-a, e ela o honrará”. O sábio e a sabedoria mantêm um relacionamento de duas mãos no qual o sábio valoriza e busca a sabedoria enquanto essa o protege e o ajuda a seguir por caminhos que o beneficiam. Assim, o crente não pode esperar ser sábio sem se dedicar a Deus e aos seus ensinos, esforçando-se para colocá-los diariamente em prática e manter-se inteiramente na dependência de Deus para executar uma tarefa tão complexa. Por outro lado, nenhum crente deve desprezar os efeitos positivos da sabedoria bíblica em sua vida, não apenas transformando seu caráter, mas fazendo-o trilhar o caminho demarcado pelo Senhor. Afinal, é uma relação de mão dupla, assim como a simbiose que há entre os seres vivos. Depois disso, é só esperar as bênçãos de Deus florescerem na sua vida.

Pr. Thomas Tronco

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.