Quarta, 19 de Dezembro de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Reflexão de 1º de outubro

  

1º de outubro

Leitura do dia (para ler a Bíblia inteira em 1 ano): Apocalipse 1 ; Neemias 1–2; Salmo 96

Reflexão do dia: Provérbios 13.10

“O orgulho só gera discussões, mas a sabedoria está com os que tomam conselho”.

Como pastor, frequentemente tenho de aconselhar as pessoas dentro de alguma situação que estejam vivendo. É muito interessante ver o modo como reagem. Apesar de todos normalmente terem uma aparência semelhante nos cultos e programações da igreja, como que seguindo um padrão cristão esperado por todos, suas reações diante dos conselhos e da correção demonstra quem são de fato e o que abrigam no íntimo do seu coração. Enquanto alguns ficam agradecidos pelo aconselhamento e por perceber que me preocupo com elas de verdade, outros assumem uma postura defensiva, seguida por outra agressiva, pois não admitem a ideia de terem sido contrariados e ensinados. É briga certa!

É justamente disso que trata esse texto. Não que o orgulho só apareça em situações de correção pastoral, mas sempre que ele é atiçado provoca dissensões. Isso porque o “orgulho” faz com que o soberbo nutra de si uma visão bastante elevada e, por isso, se sente humilhado caso um conselho sugira que ele não sabe algo ou que tomou uma decisão errada. Reuniões profissionais, trabalhos de escolha e conversas familiares tornam-se campos de batalha, pois o orgulhoso sempre quer se sobressair sobre seus companheiros, quer sempre dar a última palavra e quer fazer valer sua opinião. Normalmente, o que ocorre são muitas “discussões” e um mal-estar geral.

Por outro lado, o sábio luta contra seu orgulho para se tornar humilde e aprender o que o orgulhoso ignora. Por isso, sabedor de que não é o dono da verdade, ele pede “conselhos” a pessoas de confiança. Ele não faz isso para ouvir apenas o que quer. Ele se abre para ser avaliado e ouvir palavras que, às vezes, são duras. Entretanto, a “sabedoria” que tem faz com que ele aproveite cada palavra do que ouviu para reconhecer e mudar seus erros. Ele não tenta tapar o Sol com a peneira fingindo não ter problemas, pois sabe que todos os veem. O que ele faz é trabalhar para suprimi-los. O resultado final é que o sábio se torna uma pessoa cada vez mais agradável e justa enquanto o orgulhoso fica cada vez mais insuportável. Qual dos dois é você? E mais importante: qual dos dois você quer ser daqui para frente?

Pr. Thomas Tronco

VOLTAR

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.