Quarta, 19 de Dezembro de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Reflexão de 10 de novembro

  

10 de novembro

Leitura do dia (para ler a Bíblia inteira em 1 ano): Tito 2; Jeremias 16; Salmo 126

Reflexão do dia: Provérbios 14.29

O homem paciente dá prova de grande entendimento, mas o precipitado revela insensatez”.

O grande pregador britânico John Wesley (1703-1791) e seu irmão Charles (1707-1788) tiveram uma mãe cuja paciência era notável. Certa vez, seu marido a elogiou: “Eu admiro sua paciência! Por vinte vezes você falou a mesma coisa para as crianças”. Ela respondeu: “Se eu tivesse falado apenas dezenove vezes, teria perdido todo o meu trabalho”. Essa pequena história demonstra que essa mãe, Susanna Wesley, tinha um objetivo a cumprir e isso valia ser paciente e lançar sobre si mesma o custo do desgosto de ter sua palavra desobedecida quase tantas vezes quanto pronunciada.

Salomão chamaria essa mãe de sábia. Isso porque as Escrituras associam a paciência à sabedoria. Por isso, diz o rei sábio, “o homem paciente” demonstra em suas ações ter um “grande entendimento”. Isso não significa que ele não tenha impulsos, mas que não age movido por eles. Se entendimento o faz meditar sobre as consequências não apenas de uma ação impulsiva e precipitada, mas sobre várias outras possibilidades de ação. Ele avalia cada uma delas e, conhecedor da Palavra de Deus e do coração dos homens, toma a decisão correta em cada situação, evitando problemas e obtendo o que planejou. É claro que para avaliar tanta coisa é preciso tempo. Mas o homem paciente não apenas aproveita o tempo que tem como também estende esse tempo ao evitar a precipitação. Ele só age quando sabe o que esperar e quando tem certeza de estar fazendo o certo. Até lá, ele simplesmente espera.

O homem “precipitado” faz o oposto disso tudo. Não avalia nada, pois nem tem tempo para isso. Assim que seu sangue ferve, ele age. Assim que deseja algo, parte atrás. Assim que sente um impulso, deixa-se dominar por ele. Com isso, ele prova não ser nada sábio, mas “revela insensatez”. Quantos problemas seriam evitados com um pouco de paciência e reflexão! O homem tolo não liga para isso. Liga apenas para o que quer fazer no momento. Por isso, costuma perder muita coisa, bem diferente daquela mãe que sempre esperava um pouco mais a fim de obter o que planejou. Qual desses dois é você? E, mais importante: qual desses dois você quer ser daqui para frente?

Pr. Thomas Tronco

VOLTAR

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.