Terça, 17 de Julho de 2018
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Provérbios 8.1-5

  

Provérbios 8.1-5

“A sabedoria está clamando, o discernimento ergue a sua voz; nos lugares altos, junto ao caminho, nos cruzamentos ela se coloca; ao lado das portas, à entrada da cidade, portas adentro, ela clama em alta voz: ‘A vocês, homens, eu clamo; a todos levanto a minha voz. Vocês, inexperientes, adquiram a prudência; e vocês, tolos, tenham bom senso’” (Pv 8.1-5).

Quando eu era criança havia uma propaganda na televisão que promovia uma marca de bicicleta. A ideia é que as crianças deviam ser insistentes ao pedir uma bicicleta de presente. Então, um menino e uma menina escreviam vários bilhetes para lembrar seu pai de comprar seus presentes e os colocavam por toda parte. O pai tinha de ver o bilhete o dia todo até que se decidisse a fazer a compra. Não sei se funcionava com os pais, mas todas as crianças seguiam essa fórmula em suas casas.

A ideia de ser insistente não é invenção das agências de publicidade. Salomão pinta um belo quadro no qual a sabedoria é tão insistente quanto as crianças daquele comercial, mas não para ganhar um presente e sim para conceder um. O escritor utiliza um recurso literário no qual ele personaliza a Sabedoria, ou seja, trata-a como se fosse uma pessoa interagindo com os seres humanos a fim de lhes ensinar e beneficiar. Assim, nessa figura “a sabedoria está clamando, o discernimento ergue a sua voz”. Ela é uma pessoa que, em vez de se esconder de quem a busca, sai a atrair a atenção para si a fim de encontrar seguidores dos seus ensinos sábios. Essa é também uma perspectiva surpreendente, pois, em lugar de o homem correr atrás da sabedoria, é ela quem se oferece para ser conhecida e usufruída.

Sendo assim, a Sabedoria se torna alguém que insiste em chamar os homens para si, algo que figura a busca de Deus pelo homem caído, a qual, dada a forma do texto, é insistente, seguindo seu alvo “junto ao caminho, nos cruzamentos ela se coloca; ao lado das portas, à entrada da cidade, portas adentro”. Além da ideia de Deus oferecer sabedoria por toda parte, por meio da sua Palavra e do convite à fé, o texto promove uma ideia de proximidade, já que começa falando de caminhos distantes e termina muito próximo, dentro da cidade. A insistente mensagem que a sabedoria grita é: “A vocês, homens, eu clamo; a todos levanto a minha voz. Vocês, inexperientes, adquiram a prudência; e vocês, tolos, tenham bom senso”. Isso é surpreendente, pois além de ser uma oferta generosa que contraria o sistema de mérito que rege nossa sociedade, é também uma oferta a “inexperientes” e “tolos”, ou seja, as últimas pessoas que imaginamos que podem obter conhecimento e sabedoria. Esse é o amor e a oferta de Deus por meio da pregação da sua Palavra e da obra salvadora de Jesus Cristo. Será que depois disso tudo você ainda vai rejeitar tal oferta?

Pr. Thomas Tronco  

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.