Sexta, 24 de Março de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Estudo 20 - O Pecado Herdado

 

A) DEFINIÇÃO

Pecado herdado é o estado pecaminoso em que nascem todas as pessoas. Herdam tal realidade dos próprios pais. É também chamado de pecado transmitido, natureza pecaminosa e pecado original.

 

B) A EVIDÊNCIA NAS ESCRITURAS

1.     Somos por natureza “filhos da ira” (Ef 2.3);

2.     Não adquirimos essa condição durante a vida, mas somos concebidos com ela (Sl 51.5);

3.     Todos os homens estão debaixo dessa realidade que cega (2Co 4.4), obscurece o entendimento e torna o homem alheio a Deus (Ef 4.18), corrompe a consciência e as emoções (Rm 1.21,24,26; Tt 1.15) e aprisiona a vontade fazendo o homem se opor a Deus (Rm 6.20; 7.20).

 

C) DEPRAVAÇÃO TOTAL

A Bíblia demonstra que o homem é “totalmente depravado”. Depravação, no caso, significa perversão ou corrupção. Essa realidade é muito ampla e atinge:

a)     Todos os aspectos da vida humana;

b)    Todas as pessoas.

O conceito da depravação total “não significa” que:

a)     Toda pessoa demonstra sua depravação de maneira tão completa quanto poderia;

b)    Os pecadores não têm consciência ou “indução natural” a respeito de Deus;

c)     Os pecadores incorrerão em “todas” as formas de pecado;

d)    As pessoas não fazem coisas boas aos olhos dos outros.

Com certeza, a depravação total “significa” que:

a)     A corrupção se estende a todos os aspectos e faculdades da vida humana;

b)    Não existe nada, em pessoa alguma, que faça com que ela seja aceita por um Deus justo.

 

D) AS PENALIDADES LIGADAS AO PECADO HERDADO

A morte é a penalidade do pecado herdado e ela se acha presente nos pecadores enquanto estão vivos (Ef 2.1-3) e se perpetua depois da morte física se o pecador não é regenerado pela fé (Ap 20.11-15)

 

E) A TRANSMISSÃO DO PECADO HERDADO

O pecado herdado é transmitido de uma geração para outra, assim como a parte física, por geração natural. Todo novo ser humano nasce com as características dos seus progenitores, incluindo sua natureza de pecado (Gn 5.3; Sl 51.5; Rm 5.12).

 

F) O REMÉDIO PARA O PECADO HERDADO

a)     Libertação da escravidão do pecado por meio do ato de “fazer morrer nossa antiga natureza” (Rm 6.18; Gl 5.24);

b)    Liberdade completa por meio da ressurreição (1Co 15.42).

 

G) ALGUNS ATAQUES A ESSA DOUTRINA

a)     PelagianismoBaseado no fato de Deus dar ordem ao homem de “ser santo”, nega que isso seja impossível ao homem e, consequentemente, nega a depravação total ensinando que o homem pode viver sem pecar;

b)    Semipelagianismo Ensina que o homem retém certa medida de liberdade segundo a qual pode cooperar com Deus. A vontade do homem foi enfraquecida e sua natureza afetada pela queda, mas não é totalmente depravada. Na regeneração o homem escolhe Deus, que, depois, acrescenta sua graça. É a posição da Igreja Católica Apostólica Romana;

c)     Arminianismo Ensina que o homem não é totalmente depravado, que tem capacidade de fazer o bem e de se conformar à vontade de Deus em sua vida para ser perfeito e que a vontade humana é uma das causas da regeneração. Diz que a graça é dada a todos;

d)    Neo-ortodoxia Nega que o relato da queda (Gn 3) seja o de um evento histórico literal, cancelando o vínculo entre a humanidade e Adão e negando, com isso, o pecado original e a própria queda da raça.

 

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.