Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Estudo 31 - A Ressurreição e a Ascensão de Cristo

 

A. A RESSURREIÇÃO DE CRISTO

1 – A importância da ressurreição de Cristo

a)     A ressurreição de Cristo confirmou a veracidade da sua palavra (Mt 20.19; 28.6), comprovando a credibilidade da sua obra;

b)    Possibilitou que Cristo, vivo, atuasse diante da igreja como sumo sacerdote (Hb 4.15), advogado (1Jo 2.1) e cabeça (Ef 5.23);

c)     Formou a base do evangelho que é pregado para a salvação dos pecadores (1Co 15.3-8), mediante o enfoque da justificação presente na ressurreição (Rm 4.25);

d)    Deu esperança à igreja a respeito do seu futuro (1Co 15.13-19).

2 – As evidências da ressurreição de Cristo

a)     Jesus apareceu para muitas pessoas depois de ressuscitar (At 2.32). Ele apareceu para as mulheres (Mt 28.8-10); para Pedro (Lc 24.34; 1Co 15.5), para os discípulos a caminho de Emaús (Lc 24.13-32), para os discípulos (Jo 20.19-25), para Tomé (Jo 20.26-29), para os discípulos no mar da Galileia (Jo 21.1-24), para Tiago (1Co 15.7), para mais de quinhentas pessoas de uma só vez (1Co 15.6) e para Paulo (1Co 15.8). Quando esses relatos foram escritos, a maioria dessas testemunhas estavam vivas e podiam ser consultadas sobre o evento, apontando para a veracidade dos relatos da ressurreição;

b)    A radical mudança de atitude e a visível determinação dos discípulos depois da ressurreição são grandes evidências de que algo muito marcante aconteceu. Compare Mt 26.69-75 com At 5.27-32. Compare também Jo 20.19 com At 5.40-42.

 

B. A ASCENSÃO DE CRISTO

1 – As declarações sobre a ascensão de Cristo

a)     No Antigo Testamento há duas referências (Sl 68.18 cf. Ef 4.8; Sl 110.1 cf. At 2.34,35);

b)    Jesus anunciou que iria para o Pai (Jo 7.33; 14.12,28; 16.5,10,28) e que ascenderia ao céu (Jo 6.62; 20.17);

c)     Lucas relata a ascensão de Cristo (Lc 9.51; 24.51; At 1.6-11);

d)    Os apóstolos falaram da ascensão (Ef 4.10; 1Tm 3.16; Hb 4.14; 1Pe 3.22) e do atual estado de exaltação (Cl 3.1).

2 – A descrição da ascensão de Cristo

a)     Jesus ascendeu aos céus estando ele e os discípulos sobre o Monte das Oliveiras (At 1.12), mais especificamente na vertente leste que fica para o lado de Betânia e não de Jerusalém (Lc 24.50);

b)    Jesus literalmente foi elevado gradualmente às alturas, à vista dos discípulos, até que uma nuvem o encobriu e ele não mais foi visto (At 1.9);

c)     Anjos surgiram e prometeram que Jesus voltaria corporal e visivelmente no futuro, assim como havia sido elevado à vista deles (At 1.11).

3 – O significado da ascensão de Cristo

A ascensão marcou o fim do ministério terreno de Cristo e da sua atuação humilhante como servo a fim de resgatar seu povo. Foi o início do seu ministério como cabeça da igreja e intercessor, além de ter iniciado o período de espera para sua volta gloriosa para julgar e reinar.

 

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.