Segunda, 26 de Junho de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Estudo 36 - A Segurança da Salvação

 

1 – A EVIDÊNCIA BÍBLICA

A segurança da salvação depende direta e exclusivamente da obra de Deus, de modo que o homem não pode perder a salvação por algo que faça ou deixe de fazer. Algumas evidências bíblicas dessa afirmação são:

A.  O crente é introduzido no corpo de Cristo pelo Espírito Santo (1Co 12:13);

B.  O Espírito Santo sela o crente até o dia da redenção (Ef 1:13 e 4:30);

C.    É propósito do Pai para manter os crentes como sua propriedade (Jo 10:28-30 e 13:1) e seu poder mantém os crentes assim (Jd 24);

D.  A obra iniciada por Deus será completada (Rm 8.29-31).

E.  Nada pode separar os crentes de Cristo (Rm 8:37-39).

 

2 – PASSAGENS PROBLEMÁTICAS

A.  Hebreus 6.4-6 – Não se trata de um alerta contra a perda de salvação, mas um alerta contra a imaturidade espiritual (ver v. 1). A ideia do autor é pôr em relevo a permanência na maturidade, visto ser impossível iniciar a vida cristã novamente;

B.  João 15.6 – Não é uma referência a crentes que permaneciam, mas que não permanecem mais e são rejeitados por Deus. O texto trata da permanência em Cristo e a frutificação que vem dele como evidência de salvação;

C.  Tiago 2.14-26 – Tiago não trata as obras e a frutificação como fatores mantenedores da salvação, mas como reação natural à redenção do crente.

 

VOLTAR

Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.