Terça, 17 de Janeiro de 2017
   
Tamanho do Texto

Pesquisar

Download

Titulo:Crescendo em Intimidade Conjugal (3)
Referencia:
Notas:

CRESCENDO NA INTIMIDADE CONJUGAL
Palestra 3: O leito matrimonial como expressão máxima da intimidade conjugal

PRELIMINARES

  • Crescer na intimidade sexual não é o mesmo que vencer escrúpulos ou tabus. Antes, é crescer no conhecimento das necessidades, anseios e inquietações do outro na área sexual.
  • O crescimento na intimidade sexual não decorre da imitação do que se vê em material pornográfico. Aliás, a pornografia pode promover até mesmo o contrário.
  • A intimidade sexual não tem como objetivo a realização de fantasias pessoais nutridas na adolescência ou na juventude, mas sim proteger, alegrar e completar o casal.

LIÇÃO CENTRAL
A prática bíblica da intimidade sexual deve ser mantida e cultivada porque promove a excelência do caráter dos cônjuges.

Vivendo a intimidade sexual conforme a Bíblia ensina, os cônjuges crescerão em quatro áreas ligadas ao caráter.

1. ELES SERÃO MENOS VULNERÁVEIS À IMORALIDADE
1Coríntios 7.1-2

2. ELES ZELARÃO POR SUAS RESPONSABILIDADES MÚTUAS
1Coríntios 7.3

3. ELES VÃO DESENVOLVER A HUMILDADE E A SUJEIÇÃO
1Coríntios 7.4

4. ELES APRENDERÃO A AGIR A PARTIR DO CONSENSO
1Coríntios 7.5

PARA REFLETIR

  • A dinâmica da sua vida sexual no casamento é suficiente para proteger seu cônjuge da imoralidade?
  • Você se preocupa em cumprir suas obrigações sexuais com seu cônjuge, empenhando-se por realizá-lo?
  • Você se submete humildemente ao seu cônjuge ou tenta ditar sozinho as normas de sua vida sexual, sem valorizar as opiniões dele?

 

 

DOWNLOAD

  • Crescer na intimidade sexual não é o mesmo que vencer escrúpulos ou tabus. Antes, é crescer no conhecimento das necessidades, anseios e inquietações do outro na área sexual.
  • O crescimento na intimidade sexual não decorre da imitação do que se vê em material pornográfico. Aliás, a pornografia pode promover até mesmo o contrário.
  • A intimidade sexual não tem como objetivo a realização de fantasias pessoais nutridas na adolescência ou na juventude, mas sim proteger, alegrar e completar o casal.

LIÇÃO CENTRAL
A prática bíblica da intimidade sexual deve ser mantida e cultivada porque promove a excelência do caráter dos cônjuges.

Vivendo a intimidade sexual conforme a Bíblia ensina, os cônjuges crescerão em quatro áreas ligadas ao caráter.

1. ELES SERÃO MENOS VULNERÁVEIS À IMORALIDADE
1Coríntios 7.1-2

2. ELES ZELARÃO POR SUAS RESPONSABILIDADES MÚTUAS
1Coríntios 7.3

3. ELES VÃO DESENVOLVER A HUMILDADE E A SUJEIÇÃO
1Coríntios 7.4

4. ELES APRENDERÃO A AGIR A PARTIR DO CONSENSO
1Coríntios 7.5

PARA REFLETIR

  • A dinâmica da sua vida sexual no casamento é suficiente para proteger seu cônjuge da imoralidade?
  • Você se preocupa em cumprir suas obrigações sexuais com seu cônjuge, empenhando-se por realizá-lo?
  • Você se submete humildemente ao seu cônjuge ou tenta ditar sozinho as normas de sua vida sexual, sem valorizar as opiniões dele?

 


Este site é melhor visualizado em Mozilla Firefox, Google Chrome ou Opera.
© Copyright 2009, todos os direitos reservados.
Igreja Batista Redenção.